28 janeiro 2012

Isto é o canil de abate de Lisboa....

Estas são as condições em que vivem os animais do canil e gatil municipal de Lisboa, situado no Monsanto, 24h sob 24h.

Os cães: vivem 24h sob 24h acorrentados por cima de um estrado de madeira, nunca saem à rua, são lavados à mangueirada, pelo que ficam tanto os cães como os estrados de madeira encharcados, o que é horrível no Inverno. Muitos, se não a maioria dos cães não recebe cuidados médicos e, como podem ver, nem todos têm comida.

Os gatos: vivem 24h sob 24h dentro dessas gaiolas, gatos adultos e bebés, fêmeas e machos todos misturados, vivem em cima das suas fezes, quando estas não escorrem por entre as grades... Os gatos são retirados das gaiolas com tenases, "gritam" de dor.

Os funcionários do canil/gatil não permitem que tiremos fotos aos animais nem ás instalações do canil. Todas estas fotos foram tiradas ás escondidas.

No canil de Lisboa entram todos os dias 7 cães. Desses 7, apenas 2 são adoptados. O que aconteceu aos restantes 5? São abatidos.

Em cada 4 cães e gatos que dão entrada no canil e gatil de Lisboa, 3 são abatidos.

Todos os dias, 5 animais são abatidos neste canil/gatil.

Encontram-se neste canil entre 15 a 20 Pit Bulls. Sabem qual é a média de Pit Bulls adoptados neste canil, anualmente? 1.
Porquê? Porque "quem de direito" dificulta as adopções dos Pit Bulls ao máximo, chegando ao ponto de fazer com que um processo de adopção que se resolve em 3 dias, demore 1 mês. Obviamente, os adoptantes desistem.


Nos inicios de 2010 um projecto de obras no canil/gatil de Lisboa venceu a votação do Orçamento Participativo da Câmara de Lisboa. De entre 11 projectos, todos eles bastante diferentes, a solicitação de obras no canil/gatil de Lisboa foi o mais votado, com 754 votos. Essas obras nunca começaram. Até hoje, continuam no papel.

Perguntam vocês, o que fazer para acabar com esta situação? Achamos que não há nada a fazer, porque tudo o que era possível fazer, já foi feito.
Foram feitas várias petições, várias manifestações e até marchas para acabar com esta situação, e não tiveram nenhum resultado. Já foram enviados centenas e centenas de e-mails para "quem de direito" da câmara municipal de Lisboa, e não tiveram nenhum resultado.

Depois disto, o que é possível fazer para ajudar estes animais? A única coisa a fazer é ir ao canil/gatil e tirar de lá um animal. Podem adoptar, ou podem simplesmente resgatar e servir de FAT até ele ser adoptado, ou resgatar o animal e colocá-lo em hotel até ser adoptado. 


Em relação ás adopções de um animal deste canil/gatil:
A Câmara Municipal de Lisboa oferece exame clínico, desparasitação e Identificação Electrónica. O novo dono deve custear as despesas que constam da Tabela de Taxas do município. A adopção é gratuita. 

Dirigir-se ao Canil Municipal de segunda a sexta feira, das 10H00 às 12H00 ou das 14H00 às 16H30 acompanhado do Bilhete de Identidade e do Cartão de Contribuinte.

Localização do Canil: Estrada da Pimenteira - Monsanto 

Contactos:
Tel. 213 617 700







 














1 comentário:

rita ribeiro disse...

Já la´estive varias vezes e o horror esta bem descrito nas imagens que apresenta!

No meio da desgraça há alguns funcion´rios humanos e uma veterinária (dra Ana Machado) que se esforça... infelizmente com a actual directora nada vai mudar...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Google